Aliado de Cristina Kirchner vence eleição no Chaco

O governador da província argentina do Chaco, Jorge Capitanich, aliado da presidente Cristina Kirchner, foi reeleito com ampla vantagem, o que favorece a mandatária para as eleições gerais de 23 de outubro. Segundo informaram nesta segunda-feira as autoridades eleitorais da província, Capitanich obteve 66,63% dos votos nas eleições de domingo, superando de longe o segundo colocado, Roy Nikish, da União Cívica Radical (UCR), que obteve 30,28% dos sufrágios. Capitanich dedicou a vitória ao falecido marido de Cristina, Néstor Kirchner, e à mandatária.

AE, Agência Estado

19 Setembro 2011 | 19h14

As eleições para governador na Argentina são um tipo de prévia para as eleições gerais, nas quais Cristina, favorita nas pesquisas de intenção de voto, buscará a reeleição. O chefe de gabinete, Aníbal Fernández, destacou que o triunfo folgado do governador do Chaco "não é casual e significa que o justicialismo (peronismo) está vivo como nunca".

Capitanich disse à rádio 10 que existe atualmente "um grande cenário para desenvolver a Argentina como uma potência da agroindústria, do turismo e da mineração". Segundo ele, é Cristina quem pode levar esse processo adiante.

Capitanich disse que ainda é "muito prematuro" falar de uma possível candidatura à presidência argentina em 2015. As pesquisas situam o governador do Chaco como um dos políticos peronistas de maior projeção nacional.

Embora candidatos peronistas aliados a Cristina tenham vencido eleições para governador nas províncias de Misiones, Catamarca, Salta e La Rioja, seus partidários foram derrotados em províncias de grande peso eleitoral como Santa Fe e na cidade de Buenos Aires.

As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.