Aliado de Gbagbo pede reconciliação nacional

Pascal Affi N"Guessan, líder do partido do ex-presidente preso Laurent Gbagbo, fez um apelo para que os militantes abandonem as armas e que se busque uma "reconciliação nacional". Ele leu uma declaração ontem, em que clamou pelo "fim das mortes de nossos compatriotas" e para que o povo "dê uma chance ao restauro da paz".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.