Aliados de Wadid protestam na Indonésia

A polícia da Indonésia conseguiu hoje impedir que pelo menos 10 mil seguidores do presidente Abdurrahman Wahid incendiassem a sede do partido Golkar, partido do ex-presidente Suharto, na cidade de Lamongan, a cerca de 620 quilômetros ao leste de Jacarta. Para impedir a ação dos manifestantes, a polícia foi obrigada a fazer disparos de advertência contra a multidão. Um dia antes, uma multidão de manifestantes pôs fogo na sede do Golkar na cidade de Surabaya. Os partidários de Wahid protestaram pelo sexto dia seguido, contra uma advertência feito pelo Parlamento ao presidente, por seu envolvimento em escândalos financeiros. A advertência é o primeiro passo para a destituição de Wahid.Leia mais

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.