Aliados realizam novo bombardeio contra o Iraque

Aviões aliados bombardearam hoje um comando iraquiano de defesa aérea e de controle próximoa Al Amarah, ao sudoeste de Bagdá, informou o Comando Central dos EUA.Segundo os militares americanos, tratou-se de uma medida de defesa em resposta à ameaça hostil iraquiana e a atos contra as forças de coalizão e a seus aviões. "Há um preço a se pagar quando você ataca aviões americanos e britânicos", disse ogeneral Peter Pace, vice-presidente do Estado-Maior Conjunto, em Washington.Este é o 37º bombardeio registrado neste ano por aviões norte-americanos e britânicos nas zonas de exclusão aérea no norte e no sul do Iraque. O ataque de hoje, o terceiro em uma semana, ocorreu na faixa de exclusão no sul do Iraque, estabelecida pela ONU para proteger os muçulmanos xiitas de possíveis ataques do regime de Saddam Hussein. No norte do país, a zona de proteção aérea foi criada para proteger a minoriacurda da mesma ameaça.Em Bagdá, a agência de notícias oficial INA citou um porta-voz militar não identificado afirmando que "aviões diabólicos dos EUA e da Grã-Bretanha violaram hoje nossos céus, vindos do Kuwait, para bombardear instalações civis e de serviço". O porta-voz não deu maiores detalhes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.