Aliança governista indiana vence eleições legislativas

Partido do Congresso e aliados poderão formar um governo estável

Reuters e Efe, NOVA DÉLHI, O Estadao de S.Paulo

16 de maio de 2009 | 00h00

A coalizão de centro-esquerda do primeiro-ministro da Índia, Manmohan Singh, obteve uma arrasadora vitória nas eleições parlamentares, aumentando as esperanças de um governo estável na emergente potência asiática que enfrenta uma desaceleração econômica e tensões com o vizinho Paquistão.A coalizão - liderada pelo Partido do Congresso, que é presidido por Sonia Gandhi - capitalizou os anos de investimento econômico e teve um desempenho melhor que o esperado, faltando pouco para conquistar uma maioria absoluta. Isso significa que será mais fácil formar um governo com partidos menores e menos vulnerável à pressão da oposição em questões como reformas econômicas.Segundo os primeiros resultados, a coalizão governista obteve 261 cadeiras das 543 do Parlamento, pouco menos das 272 necessárias para obter a maioria. A aliança liderada pelo Partido Bharatiya Janata (de direita, nacionalista hindu), deveria obter 160 assentos, e a Terceira Frente, composta por comunistas e pequenos partidos, 58 cadeiras, segundo a TV estatal.O primeiro-ministro declarou-se ontem vencedor nas eleições - realizadas em cinco fases por questões de segurança e logística em um país com 714 milhões de eleitores - e agradeceu a confiança depositada. "Expresso minha profunda gratidão ao povo deste país pelo mandato sólido que deram ao Partido do Congresso", disse Singh.O premiê, de 76 anos, que disse que quer um cargo em seu gabinete para Rahul Gandhi, herdeiro da dinastia Gandhi-Nehru que é visto como o motivo do ressurgimento do Partido do Congresso nos Estados do norte do país. "Desejo que ele participe do gabinete, mas terei de persuadi-lo", declarou Singh, que assumirá um segundo mandato como chefe de governo.Os resultados devem aumentar a confiança e esperança para as reformas. Os mercados mantiveram-se instáveis por causa do temor de uma coalizão governista instável. "Isso é um sonho para os mercados. Não poderia pensar em nada melhor que isso. Preparem-se pra uma recuperação de 7 ou 8% na bolsa de valores na segunda-feira", disse Samir Arora, gerente de fundos da administradora Helios Capital, em Cingapura.O auge do crescimento econômico durante os últimos quatro anos, incluindo o aumento dos rendimentos rurais, pode ter favorecido a coalizão liderada pelo reformista Singh. A severa crise financeira que começou no ano passado e ainda afeta a terceira maior economia da Ásia parece ter tido pouco impacto sobre a aliança do Partido do Congresso.O presidente da Comissão Europeia, José Manuel Durão Barroso, felicitou ontem Singh e Sonia Gandhi pela vitória nas eleições parlamentares.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.