All Nippon Airways recebe planos da Boeing sobre 787

O presidente da All Nippon Airways (ANA), Shinichiro Ito, disse nesta sexta-feira que os ajustes técnicos propostos pela Boeing para resolver os problemas de bateria em suas aeronaves 787 Dreamliner parecem ser "bastante avançados".

AE, Agência Estado

01 de março de 2013 | 00h37

Ainda assim, o presidente e executivo-chefe da ANA, Shinichiro Ito, que recebeu a visita do chefe da unidade de linhas aéreas comerciais da Boeing na quarta-feira, disse que a decisão final sobre se os ajustes são suficientes para reverter a atual ordem de cancelamento de voos dos aviões 787 depende de reguladores dos EUA e do Japão.

"Minha impressão foi de que esses planos são bem avançados", disse Ito em uma coletiva de imprensa após o anúncio de uma mudança de gestão na liderança da empresa. No entanto, ele acrescentou que "não é um expert técnico".

Ito disse que não sabe quando a decisão sobre o cancelamento de voos será suspendida, embora ele espere que isso aconteça logo.

Ele também disse que a ANA não deseja, no momento, mudar seus planos de compra de aeronaves 787 da Boeing. Ito afirmou que a ANA ainda não pediu a Boeing que compensasse a empresa por perdas sofridas desde o cancelamento dos voos.

A ordem mundial de cancelamento de voos ocorreu após uma bateria de um 787 da Japan Airlines pegar fogo quando o avião estava estacionado em Boston, no dia 7 de janeiro, e depois de um Dreamliner da ANA realizar um pouso de emergência no oeste do Japão por causa de uma bateria superaquecida em 16 de janeiro.

A ANA possui 17 Dreamliner, mais do que qualquer outra companhia aérea no mundo. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
JapãoBoeingAna

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.