Almirante que combateu comunistas ganha estátua na Rússia

Uma estátua de um almirante que lutou contra os comunistas na guerra civil russa e morreu executado pelos bolcheviques foi inaugurada na cidade de Irkutsk, na Sibéria. A escultura representa o almirante Alexander Kolchak, um proeminente explorador do Círculo Polar Ártico que lutou na guerra entre Rússia e Japão e na 1ª Guerra Mundial. Ele liderou as forças que se opuseram aos comunistas após a revolução de 1917. Kolchak foi executado por pelotão de fuzilamento em 7 de fevereiro de 1920. A estátua é o primeiro monumento em memória do almirante a ser erigido na Rússia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.