Almirante renuncia a cargo no combate ao terrorismo

O almirante John M. Poindexter, que se tornou conhecido por suas propostas polêmicas para o combate ao terrorismo, renunciou a seu cargo de pesquisador no Departamento de Defesa dos Estados Unidos e reclamou que seus esforços para prever atentados extremistas - com o uso de bases de dados públicas e privadas e a criação de um mercado de futuros sobre desdobramentos no Oriente Médio - foram deturpados e mal interpretados."Lamento que não tenhamos conseguido garantir ao público que não pretendíamos espioná-lo", disse o almirante da reserva, em carta. "Creio ter feito tudo o que pude sob tais circunstâncias."Ele avisou a seu chefe, Anthony Tether, que deixará a Agência de Projetos de Pesquisa Avançada do Departamento de Defesa (Darpa, por suas iniciais em inglês) a partir de 29 de agosto, quase 20 meses depois de Tether tê-lo retirado da iniciativa privada e trazido para o governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.