Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Aloysio nega que Trump tenha falado com Temer sobre ação militar na Venezuela

Ministro reiterou que intervenção americana no país 'está absolutamente fora de questão'; segundo imprensa americana, presidente levantou assunto durante reunião com líderes latino-americanos

Lu Aiko Otta, Brasília, O Estado de S.Paulo

05 Julho 2018 | 16h27

BRASÍLIA - O ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, informou há pouco que a ideia de uma ação militar na Venezuela nunca foi trazida para ele ou para o presidente Michel Temer por autoridades do governo norte-americano. Segundo a imprensa internacional, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, teria discutido o assunto com assessores e também com alguns líderes da região.

+ Maduro alerta militares após notícia de que Trump defendeu possibilidade de invadir a Venezuela

“Nunca falou com o presidente Temer sobre isso”, afirmou Aloysio. Ele acrescentou que o tema tampouco foi levantado pelo vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, nas reuniões que manteve no Palácio do Planalto e no Itamaraty.

+ Brasil não aceita sanções unilaterais contra a Venezuela, diz Aloysio

“E isso, para nós, está absolutamente fora de questão”, afirmou o chanceler. Ele já havia declarado, em agosto do ano passado, que o Brasil não apoiaria uma ação militar dos EUA na Venezuela. “O tempo do big stick já passou”, disse à época. A política externa brasileira privilegia o diálogo e a negociação.

+ Trump pressionou conselheiros sobre invasão na Venezuela, dizem funcionários de alto escalão

Aloysio falou rapidamente ao Estado por telefone. Ele se encontra em Chicago (EUA) para uma reunião de coordenação das embaixadas e consulados brasileiros na América do Norte. Um tema central é o acompanhamento das crianças que se encontram em abrigos, separadas de seus pais, detidos por migração irregular.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.