Alpinistas dos EUA presos no Irã poderão ser libertados

Dois montanhistas norte-americanos presos no Irã sob acusação de espionagem poderão ser libertados depois de uma audiência judicial marcada amanhã, informou hoje o advogado deles, Masoud Shafiei. O fato de que a audiência coincidirá com o segundo aniversário da detenção dos montanhistas indica que eles serão libertados, segundo Shafiei. Além disso, os muçulmanos tradicionalmente perdoam prisioneiros às vésperas do mês do Ramadã, que começa na próxima semana.

AE, Agência Estado

30 de julho de 2011 | 12h18

Shane Bauer e Josh Fattal, ambos de 28 anos, foram presos junto com Sarah Shourd, de 32, na fronteira entre Irã e Iraque, em 31 de julho de 2009. Eles negam a acusação de espionagem e alegam que estavam perdidos durante uma viagem para fazer escaladas. Shourd é julgada in absentia, pois voltou para casa após ser libertada por motivos médicos e humanitários, em setembro do ano passado, além de pagar uma fiança de cerca de US$ 500 mil. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAIrãalpinistasprisãoaudiciência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.