Alpinistas limpam 'zona da morte' no Everest

A mais de 8 mil metros de altitude alpinistas nepaleses recolhem o lixo que outros deixaram para trás.

BBC Brasil, BBC

20 de julho de 2010 | 12h33

A mais de 8 mil metros de altitude, esta é a zona da morte, no topo do Evereste, e é também o local de uma operação de limpeza fora do comum.

O nível de oxigênio é baixo nessa altitude e o terreno é perigoso.

Mesmo assim, 20 alpinistas nepaleses estão recolhendo o lixo que outros deixaram para trás.

Materiais como cilindros de oxigênio vazios, barracas estragadas e cordas são abandonados por alpinistas cansados na descida da montanha, e ficam cobertos pela neve.

Mas o departamento de turismo do Nepal afirma que, por causa do aquecimento global, o gelo está derretendo e o lixo começa a ficar exposto.

O monte Everest é uma das principais fontes de renda do Nepal, um dos países mais pobres do mundo.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.