Alpinistas soltos agradecem pelo esforço do Brasil

Os alpinistas americanos Shane Bauer e Joshua Fattal chegaram ontem a Nova York e agradeceram os esforços dos governos do Brasil e da Turquia para a libertação deles do Irã, onde ficaram presos por dois anos sob acusações de espionagem. Eles também agradeceram ao presidente da Venezuela, Hugo Chávez, ao do Iraque, Jalal Talabani, e ao sultão Qaboos, de Omã, que mediou as negociações.

GUSTAVO CHACRA, CORRESPONDENTE / NOVA YORK, O Estado de S.Paulo

26 de setembro de 2011 | 03h04

Os dois alpinistas, que também são estudiosos de questões ligadas ao Oriente Médio, reclamaram das condições da prisão no Irã. Eles lamentaram, ainda, que os EUA mantenham prisioneiros sem julgamento em Guantánamo e prisões em outras partes do mundo. Segundo os dois, o Irã usou este argumento como justificativa para prendê-los.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.