Alto clérigo xiita proíbe fumo

Um alto clérigo muçulmano xiita baixou um edito religioso proibindo todos os tipos de fumo por razões de saúde. "Fumar provoca câncer no corpo e pode eventualmente levar à morte. Por isso baixei esse edito religioso (fatwa) contra o fumo", disse o Grão-Aiatolá Mohammed Hussein Fadlallah em uma entrevista à televisão Futuro do Líbano na noite desta terça-feira. Fadlallah - que, com suas barbas brancas, é reverenciado pelos militantes muçulmanos - disse que a proibição inclui o uso de cigarros, charutos e cachimbos. Quando seu interlocutor disse que isto poderia causar indignação entre os libaneses e em todo o mundo árabe, ele respondeu: "Baixei esse edito por amor a eles e à sua saúde". Fadlallah lembrou que o Corão, o livro sagrado dos muçulmanos, adverte seus seguidores a evitar qualquer coisa que possa causar danos ao físico, como o álcool e o jogo. Em dezembro, Fadlallah havia baixado um edito proibindo a venda e o uso de fogos de artifício durante as comemorações do Ano Novo islâmico para evitar o pânico.Os libaneses costumam celebrar as festividades religiosas e de Ano Novo com esse tipo de fogos e, eventualmente, com disparos de armas de fogo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.