Alto comando militar expressa apoio a Chávez

O alto comando militar e representantes dos oficiais das três Armas da Venezuela expressaram nesta sexta-feira seu respaldo institucional ao sistema democrático e ao presidente Hugo Chávez e minimizaram a aberta dissidência de três de seus companheiros de farda que haviam pedido a renúncia do mandatário."É absolutamente falso que as nossas forças armadas estejam divididas, disse o general Lucas Rincón, inspetor-geral da Força Armada Nacional (FAN). Queremos ratificar neste momento nosso sentimento e posição democráticos, dizer que acreditamos nas instituições constituídas legalmente e por votação popular e enfatizar, por essa via, que somos leais ao senhor presidente da República." A mensagem foi transmitida pela televisão estatal. Rincón estava acompanhado dos comandantes das quatro forças militares - Exército, Marinha, Aviação e a Guarda Nacional -, além de vários capitães e coronéis.Reiterou que a dissidência dos três oficiais se deve a "posições particulares", que não são compartilhadas pela maioria dos oficiais. Rincón pediu que os militares descontentes expressem suas opiniões internamente, sem recorrer a praças públicas, manifestações políticas ou meios de comunicação. Além de expressarem seu apoio às instituições e ao mandatário, os quatro comandantes coincidiram em seu apelos em favor da unidade, do trabalho e da convivência pacífica no país sul-americano, que vive em um clima político radicalmente polarizado em torno do chefe de Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.