Alto Comissário de Refugiados da ONU está na China

O português António Guterres, Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), chegou neste domingo a Pequim em visita oficial de cinco dias, para tratar com os líderes chineses, entre outros, o problema dos refugiados norte-coreanos na China. Guterres se reunirá a partir de segunda-feira com altos dirigentes dos ministérios de Comércio, Segurança Pública, Assuntos Exteriores e Assuntos Civis, para tratar também de assuntos como a emigração, informou um comunicado oficial do Acnur. A agência oficial de notícias Xinhua destacou que Guterres já visitou a China na qualidade de primeiro-ministro de Portugal, em 1998, e como presidente da Internacional Socialista, em 2004. Calcula-se que cerca de 300 mil refugiados norte-coreanos vivam atualmente na China. Eles fugiram da repressão do regime norte-coreano e da pobreza, intensificada nesse país desde a queda da União Soviética.

Agencia Estado,

19 Março 2006 | 03h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.