Alto oficial da polícia iraquiana é assassinado no Iraque

Um grupo de homens armados assassinou nesta quarta-feira, 28, um alto oficial da polícia iraquiana em Mossul, capital da província de Ninawa, no norte do Iraque, segundo fontes policiais.Além disso, um soldado britânico morreu m conseqüências dos graves ferimentos sofridos ao ser atacado quando realizava uma patrulha de rotina no sul do país árabe.As fontes disseram que o diretor-geral de Assuntos Civis e tramitação de nacionalidades, coronel Abdelhadi al-Obeidi, morreu junto com um de seus guarda-costas.Os atiradores fizeram uma emboscada ao veículo no qual o coronel ia para seu escritório em Mossul (400 quilômetros ao norte de Bagdá).Outro guarda-costas do oficial ficou gravemente ferido no ataque, o último de uma série de assassinatos semelhantes contra altos militares e agentes da Polícia.Em outro incidente, um grupo rebelde explodiu uma ponte na mesma cidade, informou Qasim Dakhil, porta-voz da Administração local.O funcionário disse que se trata de um das principais pontes que liga Mossul às áreas vizinhas.O ataque contra a ponte é a primeira ação rebelde contra infra-estruturas de comunicações cometida pela insurgência. Soldado britânico morreUm soldado britânico morreu no Iraque em conseqüências dos graves ferimentos sofridos ao ser atacado quando realizava uma patrulha de rotina no sul do país árabe, informou o Ministério da Defesa do Reino Unido.O ataque, cometido com armas leves, ocorreu nesta terça-feira no distrito de Al Maqil, em Basra, onde está a maior parte das tropas britânicas no Iraque, acrescentou a fonte.O militar sofreu "ferimentos muito graves e, apesar de ter recebido o melhor atendimento possível em um hospital de campanha, morreu depois", disse um porta-voz do ministério.Com esta nova baixa, já são 133 os soldados britânicos mortos no Iraque desde a invasão do país, em março de 2003, 102 deles em ataques ou combates com insurgentes.O primeiro-ministro do Reino Unido, Tony Blair, informou na semana passada ao Parlamento a retirada nos próximos meses de 1.600 dos 7.100 soldados britânicos que estão no Iraque.Também na semana passada, o Ministério da Defesa anunciou que o príncipe Harry, terceiro na linha de sucessão ao trono britânico, servirá no país árabe junto com seu regimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.