Alvo de Corte de Haia, sudanês irá à reunião em Bagdá

A rádio estatal de Cartum anunciou ontem que o presidente sudanês, Omar al-Bashir - alvo de um mandado de prisão do Tribunal Penal Internacional (TPI) -, estará em Bagdá para o encontro de hoje da Liga Árabe. O Iraque, que não reconhece a autoridade da Corte, anunciou que a proteção de Bashir está "100% garantida", assim como a dos demais participantes do encontro.

O Estado de S.Paulo

29 de março de 2012 | 03h02

O tribunal internacional emitiu uma ordem de prisão contra o presidente sudanês em 2009, acusando-o de ser responsável por crimes de guerra e contra humanidade na região de Darfur. Em seguida, o TPI somou o crime de genocídio às demais acusações contra Bashir. A visita a Bagdá ocorre em meio ao aumento da tensão na fronteira entre o Sudão e o Sudão do Sul. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.