Amanhã é dia de protesto contra ações antiterror dos EUA

Aproveitando as celebrações do Dia Marítimo Mundial, comemorado em 30/09, os trabalhadores e empresários do setor marítimo do Brasil farão nesta quinta-feira um protesto contra os excessos de medidas antiterrorismo aplicadas pelos EUA. Nesta data, sirenes de navios espalhadas por todos os mares do planeta soarão contra as ações de segurança implementadas após os atentados de 11 de setembro de 2001.O Sindicato Nacional das Empresas de Navegação (Syndarma) esclarece que algumas normas causam transtorno e constrangimento aos trabalhadores marítimos. Um dos principais problemas nos portos dos EUA é a exigência de passaporte para os trabalhadores marítimos, em substituição à Carteira Internacional de Marítimo, o documento universal usado pela categoria nas viagens. Os visto individual tem de ser retirado pessoalmente no Consulado americano.Outra exigência é a contratação de guardas para impedir o acesso ao território americano de tripulantes estrangeiros. Atualmente, o trânsito só é permitido mediante a apresentação de um visto de entrada no passaporte. Internacionalmente, o protesto é liderado pela Federação Internacional dos Trabalhadores em Transportes e pela Federação Internacional dos Armadores, com apoio de outras entidades internacionais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.