Amanhã é o Dia Internacional do Índio

A Organização das Nações Unidas (ONU) celebrará nesta quinta-feira o dia internacional das nações indígenas.Apesar das comemorações previstas para o prédio da ONU em Genebra, o grupo alvo da homenagem vive uma situação no mínimo curiosa. Até hoje, os governos e a ONU não conseguiram chegar a um consenso nem sobre o significado do termo "nações", nem sobre "indígenas".Alguns defendem que o termo "indígena" seja utilizado para designar os povos que ocupavam determinados territórios antes de uma colonização estrangeira.No caso das Américas, a definição é satisfatória. Mas quando se debate a situação na Ásia, com mais de 5.000 anos de invasões, e na África, com o caráter nômade da população, qualquer definição corre o risco de não representar a realidade.Na avaliação do governo brasileiro, o problema é a definição do termo "nações". O governo teme que uma definição ampla abra a possibilidade de que os mais de 200 grupos étnicos que vivem no País reivindiquem independência.Para piorar a situação das nações indígenas, há dez anos os 189 países da ONU negociam uma Declaração Universal dos Direitos dos Indígenas e, por enquanto, não há qualquer sinal de que o acordo sairá em futuro próximo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.