Ameaça de antraz leva pânico a hospitais nos EUA

O Veterans Affairs Medical Center (VA), hospital do governo americano dedicado ao atendimento de veteranos de guerra, foi parcialmente evacuado na tarde de ontem (16), em Miami, nos Estados Unidos, por causa de uma substancia branca encontrada na sala de correspondência. Equipes especializadas em substâncias perigosas e corpo de bombeiros chegaram ao local e determinaram que o hospital fosse parcialmente evacuado. Procedimentos semelhantes ocorreram durante o dia de ontem em diversos prédios do complexo do Jackson Memorial Medical Center, da Escola de Medicina da Universidade de Miami, entre eles o próprio VA, o Bascom Palmer Eye Institute, e o Jackson Medical Towers. No Bascom Palmer, foi achado um envelope no banheiro do segundo piso com o mesmo tipo de material encontrado em outros episódios de ataques com antraz verificados nos últimos dias nos Estados Unidos. O prédio também foi parcialmente isolado e as equipes tomaram conta do local. ?O que mais impressiona não é o fato de estarem sendo encontradas substancias que podem conter antraz, mas a mobilização que isso está provocando e o silêncio da mídia, que não registrou uma linha sobre a ocorrência destes episódios?, disse à Agência Estado, na madrugada de hoje (17), o médico brasileiro André Romano, pós-graduando do Bascom Palmer Eye Institute, e que trabalha no complexo médico de Miami. De acordo com Romano, ?apesar dos esforços do governo? norte-americano, o clima de ?insegurança é muito grande? mesmo entre os integrantes do corpo médico. ?O pânico toma conta das pessoas aqui nos Estados Unidos e esta deve ser a principal razão do silêncio da mídia?, afirmou ele. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.