Ameaça de ataque nos EUA ainda é ''elevada''

A secretária de Segurança Interna dos EUA, Janet Napolitano, alertou ontem que a ameaça de terrorismo contra os EUA permanece, em alguns aspectos, "em seu nível mais elevado" desde os ataques de 11 de setembro de 2001. Além das ameaças feitas pela organização terrorista Al-Qaeda, a secretária afirmou que o país enfrenta novas ameaças daqueles que se inspiraram no grupo e dos que já estão dentro dos EUA. "A ameaça terrorista enfrentada pelos EUA evoluiu de forma significativa nos últimos dez anos - e continua a se desenvolver", disse.

, O Estado de S.Paulo

10 de fevereiro de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.