Ameaça de atentado no Natal é alta, diz ministro inglês

As possibilidades de uma tentativa de ataque terrorista no Reino Unido durante o período natalino é "altamente provável" e a ameaça é "muito alta", afirmou neste domingo o ministro do Interior britânico, John Reid. "Sabemos que o número de conspirações de alto nível está em torno de dez ou 30", afirmou Reid em declarações à rede de televisãobritânica "ITV"."Temos que agradecer às pessoas dos serviços secretos que trabalham dia e noite para tentar nos proteger", ressaltou o ministro, que admitiu que não se pode garantir 100% de êxito em evitar um ataque. Reid assinalou que o atual nível de ameaça contra o Reino Unido é "severo", o segundo mais alto. "Os terroristas só têm que consegui-lo uma vez, como o fizeram em 7 de julho (de 2005, nos atentados de Londres), para ver o terrível massacre que causam", acrescentou.O ministro também reiterou que a batalha contra o terrorismo continuará durante muito tempo. Ao comparar a ameaça atual com o terrorismo do Exército Republicano Irlandês (IRA), que durou 30 anos, Reid disse: "Nada me indica que isto (a atual ameaça terrorista) será resolvido mais rápido". "Se o terrorismo será derrotado neste país, toda a comunidade tem que estar unida contra ele. O objetivo dos terroristas é dividir a comunidade, fingir que esta é uma guerra entre muçulmanos e o restodas pessoas, quando não é", acrescentou.Nos atentados de 7 de julho do ano passado contra a rede de transporte de Londres, 56 pessoas morreram, incluindo os quatro terroristas suicidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.