Ameaça de bomba esvazia hotel Hilton de Berlim

A polícia alemã teve de estabelecer um cordão de segurança em torno do Hotel Hilton, de Berlim, e retirar todos os 400 hóspedes e 80 funcionários do interior do prédio após tomar conhecimento de uma ameaça de atentado a bomba. "Nada encontramos, mas levamos muito a sério a ameaça", disse um porta-voz da polícia. Há um forte esquema de segurança montado na capital alemã, que será sede de dois importantes eventos internacionais esta semana. Amanhã, ocorre na cidade o Congresso Judaico Mundial e amanhã começa a conferência sobre anti-semitismo da Organização para a Segurança e Cooperação Européia. O presidente de Israel, Moshe Katsav, e o secretário de Estado americano, Colin Powell, devem participar dos encontros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.