Ameaça de bomba faz avião pousar na Islândia

Um avião da companhia aérea russa Aeroflot que transportava 256 pessoas de Nova Iorque para Moscou foi forçado a pousar na Islândia nesta quinta-feira. A causa foi uma ameaça de bomba não confirmada, afirmam autoridades.

AE, Agência Estado

16 de agosto de 2012 | 09h23

Os passageiros do Airbus A330 foram revistados e o avião passou por inspeção após aterrissar no Aeroporto Internacional de Keflavik. Segundo a Agência de Proteção Civil da Islândia, todos os passageiros estão seguros e sendo cuidados pela Cruz Vermelha, em Reykjavik, capital do país. "A busca por explosivos continua conforme os procedimentos de segurança da aviação, afirmou Iris Marelsdottir, da agência. "Não foram encontrados explosivos, e eu não sei quando a busca será encerrada."

De acordo com a agência de notícias russa ITAR-Tass, a Aeroflot afirmou em comunicado oficial que o aviso de bomba veio de uma denúncia anônima para a polícia de Nova Iorque. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IslândiaaviãoNova Iorque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.