'Ameaça' na sede da Pemex foi um alarme falso

A ameaça recebida pela Petróleos Mexicanos, ou Pemex, na terça-feira foi um alarme falso, disse a empresa. A Pemex já havia esvaziado a sede na Cidade do México.

AE, Agência Estado

19 Junho 2013 | 02h05

Após uma inspeção nos escritórios, a Pemex disse que a ameaça foi um alarme falso. Um porta-voz não deu mais detalhes.

A empresa ativou um "protocolo de segurança" depois de receber a ameaça, disse a Pemex no Twitter. A empresa não especificou a natureza da ameaça.

Em janeiro, 38 pessoas morreram em uma explosão ocorrida em um prédio vizinho ao da sede corporativa da Pemex. Autoridades locais atribuíram a explosão ao acúmulo de gás metano no subsolo. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
méxicopemex

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.