EFE/CJ GUNTHER
EFE/CJ GUNTHER

América Central recebe impacto de frente fria que castiga EUA

Região tropical vem registrando temperaturas extremamente baixas e ventos fortes

O Estado de S.Paulo

05 Janeiro 2018 | 15h13

SAN JOSÉ - Os países da América Central têm sido atingidos pela frente fria que está castigando os EUA, com temperaturas extremamente baixas para esta região tropical, além de ventos fortes, disse nesta sexta-feira, 5, um meteorologista da Costa Rica.

+ Nevasca cancela cerca de 5 mil voos nos EUA

A frente fria, que se originou no norte do hemisfério, provocou chuvas nas áreas costeiras. Na Costa Rica, dois índios morreram em razão das baixas temperaturas na capital. O período atual é de alta temporada para o turismo, quando normalmente se registra um clima propício para visitar as praias.

+ Americanos estão deixando seus cachorros morrer congelados

“O frio que estamos sentindo da Guatemala à Costa Rica é uma massa de ar polar que tem afetado a costa nordeste dos EUA”, disse o meteorologista Luis Diego Naranjo.

O especialista do Instituto Meteorológico Nacional (IMN) indicou que as baixas temperaturas com intensas rajadas de vento continuarão até domingo. 

Nas partes altas da América Central, a temperatura chegou a 2ºC, enquanto em Valle Central, na Costa Rica, que concentra a maior parte dos 5 milhões de habitantes do país, foram registrados 10ºC na parte mais fria, segundo o IMN.

O instituto prevê rajadas de vento de 45 a 85 km/h e chuvas intermitentes no Caribe. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.