American Airlines recontrata 800 agentes de reservas

A American Airlines começou a chamar de voltar quase 800 agentes de reservas, por causa do aumento no volume de chamadas para os serviços de reservas da empresa. A companhia aérea disse que a recuperação do serviço dos ?call centers? foi mais rápida do que o esperado após os ataques terroristas de setembro. As chamadas para o serviço de reservas são agora mais longas, por causa do aumento na segurança, já que os agentes têm de explicar aos passageiros as novas medidas que encontrarão no aeroporto. A American Airlines disse que não pretende recontratar funcionários para outras áreas no curto prazo. Depois de 11 de setembro, a American Airlines anunciou que planejava cortar até 20 mil empregos por causa da redução de 20% nos vôos, em decorrência da drástica queda nas viagens de negócio após os atentados. Parte dos cortes foi executada por meio de saídas voluntárias e aposentadorias e "milhares" deixaram a empresa, segundo a própria American. A companhia está chamando de volta funcionários de nove escritórios de reservas nas cidades de Las Vegas, St. Louis, Cincinnati, Dallas, Fort Worth, Cary, Hartford, Norfolk e Tucson.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.