Americana é detida por suposto assassinato de seus 3 filhos

A polícia americana encontrou os corpos de três crianças deitados lado a lado em uma cama depois de a mãe ter dito ao pai que as sufocou até a morte, informaram investigadores neste Domingo. Policiais foram enviados no sábado à casa de Paula Eleazar Mendez, de 43 anos, depois de seu marido ter telefonado às autoridades de De Queens, no Estado americano de Arkansas, para denunciar que a mulher confessara a ele o assassinato dos três filhos do casal.Mendez desmaiou quando os policiais chegaram e foi internada depois de constatada intoxicação por substância ainda desconhecida, disseram autoridades locais.A polícia mantém a vigilância no hospital. A mulher será transferida para uma prisão e responderá a acusações de homicídio assim que receber alta, disse o comandante de polícia Richard McKimley.Na casa, os policiais encontraram os corpos de dois meninos gêmeos de seis anos e de uma garota de oito anos em cima de uma cama colocada no que parecia ser o principal quarto da casa."Por que as crianças? Isso é terrível e triste", disse Brackett. "Não consigo pensar em nada pior que isso", prosseguiu o chefe de polícia. Segundo ele, o marido de Paula estava em Nova York, onde trabalha, quando telefonou para as autoridades.Segundo o padre Salvador Marquez Muñoz, pároco da igreja onde as crianças faziam catecismo, Paula e os três filhos mudaram-se para o Arkansas por considerar a região mais segura do que Nova York."Eles vinham muito à igreja. Ela nunca faltava aos domingos. Não consigo acreditar que tenha feito isso", disse o padre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.