Americana presa no Irã por 13 meses chega aos EUA

Uma mulher norte-americana que foi detida no Irã por mais de 13 meses foi libertada e retornou aos Estados Unidos, de acordo com a porta-voz Samantha Topping. Ela informou que a norte-americana, Sarah Shourd, chegou aos Estados Unidos no domingo de manhã. A porta-voz não especificou onde mas informou que Shourd está a caminho de Nova York onde dará uma entrevista coletiva no final do domingo.

AE-AP, Agência Estado

19 de setembro de 2010 | 10h38

A norte-americana, seu noivo e outro homem foram detidos em julho de 2009 na fronteira do Irã com o Iraque, acusados de espionagem. As famílias dos detidos informaram que eles estavam viajando e cruzaram a fronteira foi acidentalmente. Shourd foi libertada na terça-feira a partir do pagamento de uma fiança de US$ 500 mil. O noivo de Shourd, Shane Bauer, e o amigo Josh Fattal ainda estão presos. As informações são da AP.

Tudo o que sabemos sobre:
IrãEUApresa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.