Americano contamina sopa para processar fabricante

Um homem confessou na terça-feira num tribunal federal de Atlanta, no estado da Geórgia, ter contaminado a sopa de seus filhos para depois processar a empresa fabricante, disseram fontes judiciais.Segundo o promotor David Nahmias, William Allen Cunninghamadmitiu que pôs substâncias perigosas na sopa que deu a seus dois filhos e depois telefonou à empresa fabricante, a Campbell Soup Co., para dizer que ela estava contaminada.Em janeiro do ano passado, o filho de 3 anos e a filha de 18 meses de Cunningham foram hospitalizados com problemas estomacais.As autoridades disseram que a sopa continha fluido para isqueiro. Após reconhecer sua culpa num acordo extrajudicial, Cunningham pode ser condenado a cinco anos de prisão, disseram fontes oficiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.