Americano detido por tentar passar informações à Al-Qaeda

Um soldado da Guarda Nacional dos Estados Unidos tentou entrar em contato com membros da Al-Qaeda através da internet, oferecendo ao grupo terrorista informação sobre capacidade militar e armas dos EUA, disseram oficiais. O soldado Ryan G. Anderson, 26 anos, foi preso na quinta-feira, poucos dias antes de partir para o Iraque.Ele está sendo mantido em Forte Lewis enquanto são preparadas "acusações criminais por ajudar o inimigo ao tentar indevidamente se comunicar e passar informação de inteligência à rede terrorista Al-Qaeda", disse o tenente-coronel Stephen Barger. Anderson foi colocado sob custódia como parte de uma investigação conjunta do Exército, Departamento de Justiça e FBI, segundo Barger.Oficiais da defesa, exigindo anonimato, afirmaram que Anderson se cadastrou em chat rooms extremistas e tentou entrar em contato com membros da Al-Qaeda. Aparentemente, ele não chegou a transmitir informações à rede de Osama bin Laden. Anderson, segundo os oficiais, se converteu ao islamismo há cinco anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.