Americano é indiciado por ataque ao site da Al-Jazira

Promotores federais indiciaram um desenhista de páginas da Internet por interceptar mensagens de correio eletrônico e conteúdo pertencentes ao site da emissora de televisão árabe Al-Jazira e por redirecionar o endereço para uma página patriótica. projetada por ele.John William Racine II, de 24 anos, também conhecido como John Buffo, foi indiciado por interceptação ilegal de comunicação eletrônica e fraude na rede mundial de computadores. Ele ficará em liberdade provisória até segunda-feira, data para a qual foi convocada uma audiência judicial.De acordo com a acusação, apresentada na segunda-feira, Racine descobriu em 25 de março a senha que lhe deu acesso para redirecionar para seu próprio site aqueles que tentassem acessar a página da Al-Jazira. O site de Racine tinha uma bandeira dos Estados Unidos, assim como um mapa do país a as palavras "Que a liberdade vença".Ele também capturou 300 mensagens de correio eletrônico enviadas à Al-Jazira, disseram autoridades locais. Ele teria conseguido a senha fingindo ser um contato entre a emissora e a empresa que opera o site. Racine teria enviado pedidos via fax, com falsa identificação e assinatura forjada.Nesta quinta-feira, o diretor de tecnologia da informação da Al-Jazira, Salah Siddiki, disse em Dubai que os ataques cibernéticos contra a emissora foram uma operação custosa, que pode não ter envolvido somente uma pessoa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.