Americano é morto em ataque contra consulado na Líbia

Um cidadão americano, funcionário do Consulado dos EUA em Benghazi, na Líbia, morreu ontem em um ataque contra o prédio da representação americana. O atentado ocorreu durante um protesto contra um filme produzido nos EUA que ataca o Profeta Maomé, Os demais membros do consulado foram retirados do prédio a salvo. Autoridades locais não revelaram a identidade da vítima. Abdel-Monen al-Hurr, porta-voz do Ministério do Interior, denunciou o ataque e chamou os agressores de "foras da lei", mas não acusou nenhum grupo em particular. / AFP

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.