Americano faz ameaça terrorista para não perder avião

Um homem que temia perder o vôo que o levaria ao Arizona telefonou para as autoridades de Medford (Estado de Oregon) dizendo que havia uma bomba a bordo, a fim de atrasar o avião o bastante para poder embarcar, disse a polícia. Empregados da linha aérea local America West, no aeroporto internacional Rogue Valley-Medford, suspeitaram do aviso e informaram a polícia assim que o homem se aproximou de um dos atendentes e perguntou pelo vôo 6262 no momento em que a aeronave retornava ao aeroporto devido à ameaça de bomba, relatou Mike Moran, tenente da polícia de Medford. O homem, que de início não foi identificado, estava sendo interrogado pelo FBI. O avião da America West a serviço da companhia Mesa Airlines regressou ao aeroporto por volta das 15h00 da segunda-feira. O aparelho havia acabado de decolar quando uma comissária de bordo recebeu uma chamada urgente do piloto pelo intercomunicador, relatou a passageira Barbara Tatom. "A mulher empalideceu de susto", disse Tatom referindo-se à aeromoça. "Pensei que estávamos com sérios problemas". Os 30 passageiros foram retirados da nave e um esquadrão antiterrorista vasculhou o aparelho com a ajuda de um cão especialmente treinado para detectar a presença de explosivos. Não se descobriu nada suspeito, disse o capitão Joe Puckett, da delegacia do condado de Jackson. A chamada parecia uma "ameaça crível", pois a pessoa que fez a advertência referiu-se a um vôo em particular, disse a porta-voz do aeroporto, Kim Stearns.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.