Americano foi pivô de processo contra Suu Kyi

O americano John William Yeattaw foi preso em maio depois de conseguir furar o esquema de segurança e entrar na casa de Aung San Suu Kyi. Ele foi capturado no lago que circunda a casa da líder opositora, quando tentava deixar o local a nado. O americano confessou à polícia birmanesa que chegou a Mianmar com um visto de turista e permaneceu por dois dias na casa de Suu Kyi. Posteriormente, ele foi condenado a 7 anos de prisão, sendo 4 por trabalhos forçados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.