Americano pode estar entre terroristas mortos no Iêmen

Um cidadão norte-americano pode estar entre os seis supostos militantes islâmicos assassinados domingo no Iêmen, quando um avião não-tripulado da CIA atacou o carro no qual viajavam, informou nesta quinta-feira uma fonte ligada ao serviço de segurança iemenita. Entre as vítimas estava Qaed Salim Sinan al-Harethi, principal representante da Al-Qaeda no Iêmen.Sob condição de anonimato, a fonte informou que os outros cinco homens eram conhecidos por seus apelidos - Saleh Abu Hamam, Al-Qia´gaa, Abu Jirah, Mounir e Jalal, também conhecido como Ahmed Hijazi. Segundo a fonte, acredita-se que Jalal seja um cidadão americano. Ele não forneceu mais nenhum detalhe sobre este assunto.As autoridades locais ainda tentam descobrir a verdadeira identidade de todos os mortos, revelou a fonte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.