Americano que esquartejou a mãe pega 6 meses de prisão

Um juiz da cidade de Búfalo, no estado de Nova York, condenou na segunda-feira a seis meses de prisão um menino que esquartejou a sua mãe, incentivado por um pedófilo que abusava dele, informaram fontes judiciais.Em junho do ano passado, Ángel Rosa, de 16 anos, se declarou culpado de homicídio em primeiro grau pela morte de sua mãe, de 46 anos.As mãos e a cabeça da mulher foram achadas num bloco de cimento na casa do rapaz. Outras partes do corpo foram localizadas num rio, afirmaram as fontes.Durante o julgamento, psiquiatras que compareceram comotestemunhas de acusação e de defesa disseram que o rapaz estava sob controle emocional de Edwin Gimenez, um homem que já tinha sido declarado culpado de abuso de menores.Rosa será solto após pagar uma fiança e ficará sob a custódia de um psicólogo. Gimenez foi condenado a 25 anos de prisão por instigar o assassinato da mulher.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.