Americano que fez piadas sobre ebola volta para os EUA

Um passageiro americano em viagem à República Dominicana foi retirado de um avião da US Airways vindo da Filadélfia por oficiais e foi examinado para detectar se havia sido infectado com ebola, informaram autoridades do país caribenho.

Estadão Conteúdo

10 de outubro de 2014 | 21h44

De acordo com Walter Zemialkowski, diretor de operações do aeroporto de Punta Cana, na República Dominicana, foi confirmado que o homem não havia sido contaminado pelo vírus e que seu passaporte não tinha sinais de que passou pela África. Ele foi colocado em um voo de volta para os EUA. O nome do passageiro não foi informado.

Paola Rainieri, vice-presidente da empresa que administra o aeroporto afirmou em uma entrevista de rádio que o episódio aparentemente foi uma "piada de mal gosto".

Um vídeo gravado por passageiros mostra o americano sendo retirado do avião na quarta-feira por autoridades usando trajes que evitam o contágio da doença. A US Airways afirmou em uma declaração que a equipe seguiu as recomendações do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) e que o avião foi liberado, após ter sido verificado. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
EUARepública Dominicanaebola

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.