Americano que queria matar Bin Laden volta aos EUA

O cidadão norte-americano que viajou ao Paquistão para tentar capturar ou matar o milionário saudita no exílio Osama bin Laden regressou aos Estados Unidos nesta quarta-feira, dez dias depois de ter sido capturado no país asiático armado com uma pistola, uma espada e equipamento de visão noturna.

Agência Estado

23 de junho de 2010 | 22h14

Imagens exibidas por emissoras de televisão norte-americanas mostravam Gary Faulkner desembarcando no aeroporto internacional de Los Angeles. Pouco antes, Scott Faulkner, irmão de Gary, disse que ele deveria chegar aos EUA ainda hoje.

Ao ser detido no Paquistão, Gary Faulkner disse que estava ali para tentar matar Bin Laden. Faulkner foi transferido para Islamabad. Ontem, seu irmão disse que era iminente seu regresso aos EUA, sem acusações pendentes no Paquistão. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
PaquistãoBin Ladencaçador

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.