Americano quer recorde com volta ao mundo em balão

O aventureiro norte-americano Steve Fossett deu os toques finais neste domingo à noite (manhã, no Brasil) para a viagem com a qual espera se tornar o primeiro homem a dar uma volta ao mundo sozinho em um balão. O balão prateado de 43 metros de altura foi batizado de "Espírito Solitário".Em torno de 100 espectadores ficaram do lado de fora do pequeno aeroporto de Kalgoorlie observando o time de Fosset finalizar os preparativos. Fossett, um investidor de Chicago de 57 anos, estava otimista. ?Este é o mais equipado balão que já vi?, disse. Para completar a viagem e quebrar um recorde, Fossett irá passar 15 dias num pequena cápsula, frequentemente respirando com máscara de oxigênio, comendo ração ao estilo militar e dormindo não mais que 45 minutos por vez, num total de quatro horas por dia. "O pior será a comida", brincou Fossett.Os ventos deverão permitir que o balão voe a uma velocidade de 210 quilômetros por hora e atinja 9.140 metros de altitude. O caminho que ele seguirá será pelo leste do globo no hemisfério sul e quase 90% de seu tempo será gasto sobre águas.O aventureiro tentou a façanha outras quatro vezes. Uma delas, em 1997, terminou com um pouso forçado numa plantação de trigo na Rússia. Em outra, no ano seguinte, ele se se deparou com uma tempestade que mandou seu balão direto para o Mar de Corais, na Austrália. Mas essa viagem lhe rendeu o recorde do vôo mais longo em um balão (22.907.95 km).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.