Americanos anunciam 1º baixa de novembro no Iraque

Militares norte-americanos anunciaram nesta quinta-feira a morte do primeiro soldado no mês de novembro em combatentes no Iraque. O soldado, que fazia parte de uma base em Bagdá, morreu na quarta-feira, depois de que o veículo em que ele viajava foi atingido por uma bomba na capital iraquiana, informaram fontes oficiais. As fontes não deram mais detalhes e não divulgaram o nome do soldado, esperando informar primeiro a família do combatente. Ao menos 2.818 soldados das forças norte-americanas morreram no país desde março de 2003, quando a guerra do Iraque começou. Outubro foi o quarto mês mais violento desde a invasão, com 105 militares americanos mortos. Policiais mortos Nesta quinta-feira, 10 pessoas morreram e outras cinco ficaram feridas após confrontos em Bagdá e na cidade de Tel Afar, a 470 quilômetros ao noroeste da Capital. Entre as vítimas estão três policiais que sofreram uma emboscada. Um policial ficou ferido. Outro policial morreu e outros quatro ficaram feridos por disparos das tropas norte-americanas no noroeste de Bagdá. Os agentes faziam a guarda de um prédio em construção que será futuramente o Conselho Supremo da Justiça do Iraque. Não há informações sobre as causas do incidente. Terrorista Um suspeito de ser o líder de uma organização terrorista iraquiana ligada ao Al-Qaeda morreu em um ataque aéreo das tropas norte-americanas contra um carro em que o suspeito viajava na cidade de Ramadi, a 110 quilômetros da capital, informou o Exército norte-americano. "As forças de coalizão, encabeçadas pelos EUA, conseguiram matar Rafea Abdel Salm al Izaui, apelidado como ´ Abi Taha´, e seu motorista em uma operação aérea em Ramadi", destaca o comunicado. Segundo a nota, Izaui, considerado um dos chefes da Al-Qaeda no Iraque, oferecia "esconderijos seguros" aos combatentes estrangeiros que entram no Iraque com o objetivo de lutar contra as tropas e as forças de segurança do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.