Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Americanos apóiam ameaça contra o Irã

A maioria dos americanos entrevistados numa sondagem respalda o uso da força para impedir que o Irã obtenha armas atômicas, apesar da crescente preocupação com relação às baixas sofridas pelo Exército dos Estados Unidos no Iraque. De acordo com uma nova pesquisa do jornal The Washington Post e da emissora de televisão ABC, divulgada nesta terça-feira, 58% dos entrevistados apóiam a atitude do presidente George W. Bush, para quem todo o mundo deveria alinhar-se à Casa Branca e declarar que "não tolerará" armas nucleares no Irã. Outros 38% são contra uma eventual intervenção militar.Quase metade dos entrevistados respondeu, ainda, que o atual número de soldados americanos mortos e feridos no Iraque é "aceitável", apresentando uma queda com relação ao início de abril, quando dois terços dos entrevistados consideravam "aceitáveis" as baixas.Sessenta e quatro por cento afirmaram que os benefícios da guerra superam seu custo. No entanto, 70% manifestaram preocupação com a possibilidade de os EUA se envolverem numa missão longa e cara de manutenção de paz no Iraque, porcentagem que pouco mudou nos últimos meses. A pesquisa foi efetuada entre os dias 18 e 22 de junho. Foram entrevistados 1.024 adultos americanos, dos quais 68% acreditam que Bush está fazendo um bom trabalho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.