Americanos estudam de graça em Cuba

Oito jovens americanos pobres começaram hoje estudos gratuitos de medicina em Cuba, unindo-se a 4 mil latino-americanos que estudam no país. O líder cubano, Fidel Castro, ofereceu no ano passado 500 bolsas a estudantes dos EUA. O embargo de Washington ao país não inclui a área acadêmica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.