Americanos libertam suposto "prefeito" de Bagdá

O homem que irritou o Exército dos Estados Unidos ao autoproclamar-se prefeito de Bagdá e agir como tal foi libertado pelos soldados, informou o general reformado Jay Garner, administrador civil do Iraque apontado pelo governo americano.Mohammed Mohsen al-Zubaidi foi libertado sob a condição de que não retome suas atividades e pare de reivindicar uma autoridade que não possui, anunciou Garner, durante uma breve visita ao sul do Iraque."Ele foi libertado depois de 48 horas", comentou Garner, fornecendo a primeira confirmação oficial de que Al-Zubaidi está em liberdade. Ele foi detido em 27 de abril. Após a detenção, centenas de pessoas protestaram para pedir sua libertação.Al-Zubaidi, desconhecido em Bagdá antes da queda do regime de Saddam Hussein no mês passado, declarou-se repentinamente prefeito da capital iraquiana e passou a dar ordens, fazer promessas populistas e demitir funcionários do governo, antes de ser detido pelos soldados americanos.Veja o especial :

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.