Americanos votam legalização do uso da maconha

Americanos votam legalização do uso da maconha

Se aprovadas, medidas legalizarão vendas no varejo para pessoas acima da idade necessária para consumir álcool.

O Estado de S. Paulo

04 Novembro 2014 | 21h30

O movimento pró-legalização da maconha, que alcançou vitórias históricas há dois anos, procura um novo impulso nesta terça-feira com eleitores no Alasca, Oregon e Washington, D.C. sobre medidas que permitiriam o uso da maconha por adultos.

Nas eleições gerais de 2012, os estados de Washington e do Colorado se tornaram os primeiros a legalizar o uso e implementaram sistemas para regular e tributar as vendas.

Se aprovadas, as medidas no Oregon e no Alasca vão legalizar as vendas no varejo para pessoas acima da idade necessária para consumir álcool. Em Washington D.C., a medida tornaria legal cultivar e consumir maconha, mas não vendê-la.

Eleitores da Flórida vai decidir se tornam o estado o 24º a permitir o uso da maconha por razões médicas. A medida precisa da aprovação de 60 por cento para passar.

Independente do resultado das votações realizadas nesta terça-feira, os defensores da legalização da maconha já são planejando expandir sua campanha para a Califórnia, o estado mais populoso dos EUA, em 2016. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUAmaconha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.