Amiga do casal Obama é cotada para chefia do gabinete

Nome mais cotado para assumir a chefia de gabinete e o papel de principal assessor de Barack Obama no governo que começa em 21 de janeiro, Valerie Jarrett nasceu no Irã há 55 anos - seu pai estava empregado em um programa para médicos em Shiraz.

DENISE CHRISPIM MARÍN, CORRESPONDENTE / WASHINGTON, O Estado de S.Paulo

09 de novembro de 2012 | 02h03

Em 1991, quando trabalhava na administração democrata do prefeito Richard Dalay, em Chicago, Jarrett escolheu para uma vaga no governo municipal Michelle Robinson, que lhe apresentou seu namorado, Barack. A amizade entre o casal e a advogada com formação em psicologia cresceu. Jarrett apresentou os dois aos principais nomes da política do Estado de Illinois, no qual o presidente foi senador.

Testemunhas da rotina da Casa Branca garantem que Jarrett não é hoje uma assessora de Obama. Ela é "a" assessora. Se realmente assumir o cargo hoje ocupado por Jack Lew (que substituiu emergencialmente William Daley em janeiro), Jarrett passará a exercer formalmente a função que já é sua na prática.

Ela discute com o presidente as estratégias políticas que devem ser decisivas na nova fase de negociação com a bancada republicana no Congresso. Ela fica com ele na ala residencial da Casa Branca depois que todos os demais conselheiros deixam o prédio. Foi ela que ontem, explicando o silêncio do casal presidencial após a vitória, avisou: "Em alguns dias, após recuperar o fôlego, eles voltarão ao trabalho". / COM NYT

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.