Ueslei Marcelino/Reuters
Ueslei Marcelino/Reuters

Amigo de Olavo de Carvalho é cotado para embaixada nos EUA

Foi o diplomata Forster Júnior que apresentou ao chanceler Ernesto Araújo o escritor, que se tornou guru de Bolsonaro

Redação, O Estado de S.Paulo

08 Janeiro 2019 | 23h49

BRASÍLIA - Um dos nomes cotados para assumir a Embaixada do Brasil em Washington é o do diplomata Nestor Forster Júnior. Ele foi o responsável por levar o ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, para conhecer Olavo de Carvalho em um encontro na casa do escritor, em Virgínia, nos Estados Unidos. Forster e Olavo de Carvalho, que se tornou um guru do presidente Jair Bolsonaro, são amigos de longa data.

Olavo deu sustentação à nomeação de Araújo para o Itamaraty e foi professor do novo assessor Internacional do Palácio do Planalto, Filipe Martins. O nome do escritor também já chegou a ser considerado para a embaixada nos EUA. Ontem, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente, viajou para os EUA, onde deve se encontrar com Olavo.

Forster, que serve como ministro na embaixada em Washington, assumiria a chefia de gabinete de Araújo no Itamaraty. Sua transferência dos EUA a Brasília chegou a ser publicada no Diário Oficial, mas depois alterada. Segundo o Estado apurou, não houve divergência entre os dois, o que fez as especulações ao redor do nome de Forster crescerem.

Em sua página no Facebook, Olavo criticou uma reportagem publicada na revista Veja que creditava o recuo no chamado de Forster a Brasília a um racha com Araújo. “O Nestor Forster Júnior nunca foi demitido, apenas preferiu continuar nos EUA”, escreveu Olavo. A mulher de Forster Júnior também é diplomata e serve nos EUA. 

A troca na sede em Washington, considerada um posto-chave pelo governo Bolsonaro, já é aguardada no Itamaraty. / BEATRIZ BULLA e CAMILLA TURTELLI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.