Análise não detecta bactéria em casa de vítima de antraz

As expectativas de uma explicação rápida para a morte de uma mulher devido ao antraz se desvaneceram assim que foram feitas as análises preliminares em sua casa e nas agências de correio locais e não foi detectado nenhum rastro da bactéria. O governador de Connecticut, John G. Rowland, afirmou que novos testes serão feitos, mas a falta de uma fonte identificada de antraz - apesar de ter representado um alívio para osfuncionários dos correios - gerou frustração entre os investigadores. "Esta não é uma ciência perfeita e talvez outras jurisdições devam ser investigadas", disse Rowland.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.