Analista do Pentágono é acusada de espionar em favor de Cuba

Uma analista de inteligência do Pentágono que participou de jogos de guerra conduzidos pelo Comando do Atlântico dos EUA em 1996 foi acusada de espionagem em favor de Cuba. Ana Belen Montes, funcionária da Agência de Inteligência de Defesa, teria transmitido uma grande quantidade de informações secretas ao serviço cubano de inteligência, disse uma testemunha do FBI. Montes compareceu nesta sexta-feira perante um juiz de Washigton e foi acusada de conspiração para entregar informações de defesa nacoinal dos Estados Unidos para Cuba. Ela não fez nenhuma declaração e foi detida sem direito a fiança. De acordo com as autoridades locais, Montes trabalhava para o departamento desde 1985.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.