Analistas prevêem que economia chinesa crescerá 9,3% em 2006

A economia chinesa crescerá 9,3% em 2006, segundo economistas do Centro de Informação Estatal, ligado à Comissão Nacional de Reforma e Desenvolvimento (CNRC, Ministério de Fomento), informou o jornal China Securities Journal. Esta previsão supera a mais conservadora realizada pelo Banco Popular da China (central), que situa em 8,9% o crescimento previsto, e a da própria CNRC, que fixou entre 8,5% e 9% o objetivo de 2006. "Atualmente, algumas indústrias têm problemas de excesso de produção e suas conseqüências negativas começarão a ser notadas em 2007. A possibilidade de um esfriamento do crescimento em 2007 é relativamente alta", diz o relatório dos economistas. Para 2007, prevêem um aumento do Produto Interno Bruto (PIB) de 8,8%, também acima das previsões oficiais do Governo. Pequim deseja desacelerar o ritmo de crescimento econômico, arrastado sobretudo pelos setores da construção e o imobiliário, por temera que provoque uma bolha de investimentos, e o excesso de capacidade de outras indústrias. Segundo o Centro de Informação Estatal, as vendas a varejo crescerão 12,8% em 2006 e 12,5% em 2007, enquanto o índice de preços ao consumo subirá 2% este ano.

Agencia Estado,

03 Abril 2006 | 02h23

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.